Influenciadores digitais e as estratégias de unboxing

Fenômeno que vinha ocupando as redes sociais digitais com força, os influenciadores digitais ganharam ainda mais projeção neste período de isolamento e distanciamento social provocados pela Pandemia.

As pessoas, limitadas aos espaços de suas casas, se utilizaram do acesso à rede mundial de computadores para trabalho, estudo, entretenimento e interações das mais diversas pelo espaço digital. As telas, portanto, foram nossa janela para o mundo e para satisfazer a nossa necessidade de estar próximo dos nossos afetos, compromissos e diversão.

A experiência das redes digitais tem mostrado a procura de relações de extrema identificação ou antagonismo e, nesse cenário, os influenciadores digitais são pessoas que acabam conquistando seguidores por apresentar rotinas envolvendo temas ou interesses de seu público.

Chama a atenção o fascínio que os influenciadores digitais exercem sobre crianças e adolescentes, ditando moda, padrões de comportamento e linguagem, sem esquecer que há estratégias de marketing planejadas para que hábitos de consumo possam ser moldados a partir da interação com os influenciadores ou youtubers.

Uma das ações que tem crescido é o uso do “unboxing” (ato de desembalar o produto), em que o influenciador recebe presentes ou abre de modo pretensamente espontâneo, para gerar expectativa e interesse do seu público. Essa prática tem sido considerada nociva, quando voltada a crianças que ainda não percebem com nitidez quando estão diante de publicidade e o ato supostamente espontâneo pode servir como impulso adicional ao consumismo precoce.

OAB/RS 2468

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *